Kefir - um alimento com inúmeros benefícios

Hoje em dia, há cada vez mais preocupação em comer aquilo que, de uma forma ou de outra, tem benefícios para a nossa saúde e, neste sentido, falamos de um alimento já bastante antigo, conhecido pelos antepassados por flor de iogurte. 
Mas que apenas mais recentemente começa a emergir nesta área: o Kefir.

Imagem retirada do Google Images

Em conversa com algumas colegas de trabalho percebi que algumas já conheciam e até já consumiam. Curiosa como sou, principalmente no que respeita a experimentar coisas novas, tive de me informar exatamente sobre o que este alimento seria. Na verdade, já tinha ouvido que era um probiótico, mas pouco mais sabia acerca do mesmo.
Durante esta semana, tive uma colega que levou para o local de trabalho e lá me "ofereci" para experimentar o Kefir de leite. Mas será que gostei? O que terei achado?

Antes de mais vamos lá perceber: afinal, o que é o Kefir?

É um alimento probiótico (simplificando: é uma colónia de microorganismos com benefícios para o corpo) produzido pela fermentação do leite que, para além de estar a começar a surgir cada vez mais na alimentação, tem um valor nutricional bastante elevado e propriedades terapêuticas. Antigamente, era utilizado na produção caseira de iogurtes, contudo, hoje já há novas formas de o ingerir, tal como aqui vamos falar.
É composto por partículas gelatinosas e brancas (os denominados grãos de kefir), que contêm bactérias, proteínas, leveduras  e açúcares complexos.


Benefícios

O Kefir tem inúmeros benefícios e, de seguida, apresentamos alguns destes:
  • Rico em vitaminas e minerais;
  • Facilita a digestão;
  • Facilita a absorção de nutrientes;
  • Propriedades antifúngicas e antibióticas;
  • Diminui o colesterol;
  • Ajuda no equilíbrio da flora intestinal;
  • Melhora a densidade óssea e combate a osteoporose;
  • Tem um efeito tranquilizador do sistema nervoso (benefícios nas perturbações do sono e depressões).

Tipos de kefir

  • Kefir que fermenta em leite animal (o mais habitual é vaca);
  • Kefir vegetal (fermenta em leite vegetal - coco, soja, arroz, ...)
  • Kefir de água.

Outros aspetos

É, de facto, um alimento pobre em calorias, sendo que por cada 100ml tem:
  • Calorias: 41 kcal
  • Lípidos: 0,91 g
  • Hidratos de Carbono: 4,96 g
  • Proteína: 3,42 g
A dose recomendada de consumo deste alimento é de 200 ml por dia.


Como consumir o Kefir?

A preparação do Kefir requer cuidados mas, claro que, o primeiro passo é adquirir o kefir. E como é que isto se processa?

Habitualmente, deve ser adquirido por doação, através de alguém que já o tenha em casa. Todo este processo é facilitado, por exemplo, por grupos de Facebook criados para o efeito (basta pesquisar Kefir Portugal - grupo de doação). Contudo, já há superfícies comerciais e lojas que comercializam alguns produtos com este probiótico.

No kefir de leite (o único que experimentei): colocar os grãos de kefir com leite num recipiente de vidro (até encher aproximadamente ¾ do frasco), deixar à temperatura ambiente e esperar cerca de 24 horas para que a fermentação ocorra. Após isto, é necessário coar o leite, mas atenção, não podemos utilizar instrumentos metálicos neste processo! Uma vez retirados os grãos, colocá-los num novo recipiente e repetir o processo (ou seja, temos de fazer os mesmos passos todos os dias.)


Imagem retirada do Google Images


Para consumir: pode consumir-me o kefir simples como retirado do frasco ou misturar com outros ingredientes: mel, fruta, sementes, cereais, ... Ainda há quem o utilize na preparação de bolos/sobremesas.


A minha opinião

Quando ouvi falar mais regularmente de kefir, "torci" um bocado o nariz, não me pareceu que fosse gostar, achei que era mais um daqueles alimentos mega "in" e que ficava bem dizer que se consumia. Contudo, depois de ter tido a oportunidade de experimentar o kefir de leite (para já só experimentei este, portanto não tenho opinião sobre os outros), posso dizer que não é mau de todo! A mim soube-me a iogurte natural sem açúcar com um ligeiro (mas mesmo muito ligeiro) sabor mais ácido, mas nada que me fizesse não consumi-lo.
Agora, só resta saber se terei paciência de ter kefir em casa e "cuidar" dele diariamente e, claro, dar uma oportunidade tanto ao kefir vegetal como ao de água.


E vocês, dream girls, já conheciam o Kefir? Já experimentaram? De que formas o consomem?







Sorriam e sonhem sempre mais*



Matcha lattte e seus benefícios, talvez queiras saber mais aqui.


10 comentários:

  1. Confesso que não conhecia mas fiquei muito curiosa.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por todos os benefícios vale a pena experimentar :)

      beijinho*

      Eliminar
  2. Não conhecia, mas já vi que está cheio de benefícios :O
    Adorei o blog e segui*
    http://omundodajesse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, vale a pena experimentar.

      Obrigada querida :) seguimos de volta*

      Eliminar
  3. É pena ter vestígios de leite senão provava também, mas sou intolerante à lactose e beber ou comer alimentos, mesmo que com pouca percentagem de leite, passo mal. Não conhecia de todo, mas fiquei abismada com a quantidade de benefícios que tem. Ótima partilha! Beijinhos :D

    https://www.bycarolina.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas existe o kefir de água, penso que esse podes experimentar Carolina.

      Um beijinho grande, e obrigada pelo teu comentário :)

      Eliminar
  4. É sem dúvida um alimento muito bom em termos nutricionais. Como nutricionista e dependendo de cada caso em especifico, gosto de falar deste alimento em algumas consultas :)

    Beijinhos ❤️
    A.
    https://nevertoolatetoturnback.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é sem duvida um alimento a ter em consideração num plano alimentar saudável :)

      Obrigada pela opinião*

      Eliminar
  5. Não conhecia mas cheira-me que não vou gostar, detesto coisas com um travo mais azedo. :X

    beijinho
    The Midnight Effect / Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens sempre a possibilidade de juntar algo doce, por exemplo mel ou fruta :)

      Beijinho*

      Eliminar

Com tecnologia do Blogger.