Eu não vivo sem ... - Chá Vs Café

fevereiro 24, 2018

Uma batalha interessante de duas bebidas tão diferentes e de duas pessoas também elas diferentes. Uma adora chá, outra não vive sem café. Vamos a isto?
CHÁ
Ora bem, sou mesmo uma pessoa que adora chá e infusões. Habitualmente, podem dar-me todos os tipos de chá que não costumo recusar e muito menos "faço cara feia". Poderia enumerar os múltiplos benefícios do chá, mas são tantos e dependem tanto do tipo de chá que não me irei alongar (teríamos de ter um post só dedicado aos tipos de chá e respetivos benefícios e isso fica para depois).
 
Existe um panóplia de sabores e aromas, cuja escolha dependerá sempre dos objetivos pretendidos ao bebê-lo e, obviamente, do nosso gosto pessoal. Portanto, neste post apresento-vos sim algumas razões que, para mim, valem muito a pena no chá:- Para uma pessoa com alguma dificuldade em ingerir líquidos (como eu), o chá é muitas vezes o meu melhor amigo, porque me facilita IMENSO esta tarefa;
- É um óptimo aliado na diminuição da retenção de líquidos;
- Tem poucas calorias, com um sabor fantástico, que personalizamos a nosso gosto;
- Tem propriedades que ajudam no bem-estar geral;
- É uma excelente opção na prevenção da diabetes e diminuição de doenças cardiovasculares;
 
Já para não falar das mais óbvias, ou seja, o facto de ser um óptimo companheiro em dias mais frios, a par de uma manta e da televisão. Basicamente para mim chá é sinónimo de conforto, “quentinho”, o que não quer dizer que não o beba em dias menos frios (embora com menos frequência, confesso), por exemplo gelado (que a propósito é ótimo!)

 
 
Quanto aos chás que mais gosto, nem vos consigo dizer ao certo porque não sou de todo esquisita, mas provavelmente cidreira, maçã/canela, lucia-lima, limão... Mais recentemente descobri os chás da Rituals, devido a uma prenda de Natal, e posso dizer que estou completamente fã! E o facto de terem um "objetivo" tão relacionado com o bem-estar por detrás das escolha dos ingredientes, fascinou-me!


Quanto ao café, não posso dizer que não beba, porque sim bebo. Mas pessoalmente o sabor não me diz nada, aliás os meus cafés preferidos, são tudo menos café (isto dito por grandes amantes de café), porque são os aromatizados. Consigo, ainda, passar dias e dias sem beber café sem que me faça falta e, escusado será dizer que não troco o meu chá por nenhuma outra bebida.
 
By Cláudia*

 
CAFÉ
Se há algum vício que possa assumir que tenho, é sem dúvida o café! Sou mesmo dependente deste para a minha sobrevivência diária. Pelo menos 3 por dia: de manhã após o pequeno-almoço, e após o almoço e jantar. 
 

Aproveitando o facto de - segundo dizem os entendidos - o consumo de café trazer alguns benefícios, que passarei a enumerar, para mim este torna-se indispensável. 
- Estimula a atividade cerebral, reduzindo a sensação de sono;
- Reduz a probabilidade de aparecimento de demências, ajudando a conservar a memória e bem-estar psicológico;
- Contribui para o aumento da resistência física durante o exercício, atuando como estimulante do sistema nervoso;
- Reduz o risco de depressão, pois influencia o estado do humor;
- Tem efeito anti-oxidante, aumentando o metabolismo e ajudando a queimar calorias;
Entre outros benefícios mais específicos que poderiam gerar alguma discussão e sobre os quais não me sinto totalmente à vontade  e segura para defender, tais como: reduz o risco de enfarte agudo do miocárdio, reduz a probabilidade de aparecimento de alguns tipos de cancro, contribui para a redução dos parâmetros inflamatórios, reduz o risco de aparecimento de diabetes tipo II.


Adoro um bom café de rua (quando bem tirado), adoro os ristretto da Nespresso (A-D-O-R-O!). Adoro passear com frio e beber um cappuccino ou mocha do Starbucks (muitos parabéns pela nova edição com leite de aveia!). 
 


Contudo, importa dizer que (como tudo na vida) este deve ser consumido com moderação, pois quando consumido em excesso poderá a longo prazo trazer problemas cardíacos e gastrointestinais (já tive uma gastrite aguda provocada pelo consumo de café e não foi nada agradável). Há também pessoas a quem o café altera o padrão de sono e, por isso, não o devem consumir após as 18h. Por acaso, a mim é um pouco "psicológico", passo a explicar: se eu beber café e pensar "vou beber café para acordar", ok ele faz esse efeito, mas também há dias que posso beber café seja a que horas for e ir dormir logo de seguida e durmo lindamente de qualquer forma.

Já chá, não gosto nada mesmo. Confesso que às vezes até gostava de gostar assim de um cházinho para aquecer, até porque gosto do aspeto bonito da bebida. Mas depois pensar em beber água quente com sabor... Blhac! Não dá mesmo.
by Tatiana*

 
E vocês, também são viciadas em algumas destas bebidas? Digam-nos qual é a vossa bebida preferida! :)

8 comentários:

  1. Gosto de chá, mas não gosto nada de café :c

    r: Respondi à questão da Tatiana no meu blogue♡

    ResponderEliminar
  2. Uau! Adorei o post. Sinceramente banalizamos tanto estas duas bebidas que é bom e diferente ler algo assim, tão completo.
    Eu cá não sou fã de chá nem café. Chá só bebo quando "estou doente", café bebo todos os dias, por norma 1 por dia, mas não é nada que seja rotina... Há muitos dias em que não bebo.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que engraçado a associação do chá ao estar doente :) efetivamente alguns têm efeitos "curativos".

      Obrigada pelo teu comentário querida*

      Eliminar
  3. ADORO café ! Um café bem tirado, maravilhaaa!
    Um beijinho e sucesso para o vosso blog *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, é maravilhoso!

      Muito obrigada, um beijinho, Rita :)

      Eliminar

Com tecnologia do Blogger.